ISO 14001

logo_iso_14001

Trata-se de uma série de normas criadas pela International Organization for Standardization que estabeleceram diretrizes acerca de gestão ambiental para empresas. A ISO é uma federação internacional que foi fundada em 1947 visando promover o desenvolvimento de normas comuns à todos os países, visando facilitar o comércio internacional.

 

Um Sistema de Gestão Ambiental com bases na ISO 14001 é uma ferramenta de gestão que cria a possibilidade para uma organização de qualquer dimensão ou tipo controlar seu impacto sobre o ambiente. O Sistema de Gestão Ambiental libera a possibilidade de se estabelecer objetivos e os meios para demonstrar que foram atingidos. Em linguagem simples: é aquilo que a organização faz para minimizar ou eliminar os efeitos negativos provocados no ambiente por suas atividades.

 

O objetivo principal da ISO 14001 é a identificação de aspectos e impactos ambientais, assim como a elaboração de um programa para reduzir esses impactos. Por meio de controles, metas e monitoramento a organização começa a reduzir ou eliminar seus impactos ambientais.

 

Setores como o automotivo e o petroquímico estão exigindo a certificação de seus fornecedores. Uma vez que isso se torna uma tendência, essa norma será critério para a maioria dos clientes na compra de produtos e serviços.

  

Supõe-se que a gênese da série ISO 14000 aconteceu em Estocolmo no ano de 1972 durante a Conferência das Nações Unidas sobre Ambiente Humano. Tempos depois, no relatório da Comissão Brundtland de 1987, conhecida pelo slogan “O Nosso Futuro Comum”, é feito um apelo à indústria para que desenvolvessem sistemas de gestão ambiental efetivos.

  

Nos anos 90 a ISO viu a necessidade de desenvolver normas que tratassem da questão ambiental com o intuito de padronizar os processos de empresas que utilizassem recursos retirados da natureza, causando ou não algum dano ambiental com suas atividades.

  

Em 1993 é criado pela ISO o Comitê Técnico TC 207 com o objetivo de desenvolver normas internacionais em matéria de ambiente. Em 1996 é publicada a ISO 14001, inspirada na norma inglesa BS 7750. O comitê foi dividido em vários subcomitês: Subcomitê 1, que desenvolveu norma relativa aos sistemas de gestão ambiental; Subcomitê 2, desenvolveu normas ligadas às auditorias na área de meio ambiente; Subcomitê 3, que desenvolveu as normas referentes à rotulagem ambiental; Subcomitê 4, desenvolveu normas relativas a avaliação da performance ambiental; Subcomitê 5, que desenvolveu as normas referentes à análise de ciclo de vida; Subcomitê 6, desenvolveu as normas relativas à definições e conceitos; Subcomitê 7, que desenvolveu aquelas normas referentes à integração de aspectos ambientais no projeto e desenvolvimento de produtos; Subcomitê 8, desenvolveu normas relativas à comunicação ambiental; Subcomitê 9, desenvolveu as normas relativas às mudanças climáticas.

  

No ano de 2003, foi iniciada a criação da ISO 14025 relativa ao Selo Verde Tipo III que poderá ser usada como empecilho para as exportações dos produtos de países que não estejam adequados e preparados.

  

Os requisitos do sistema de gestão ambiental eram atendidos para se evitar multas e sanções até bem pouco tempo, mas isso vêm mudando com o passar do tempo. Entre as pressões para mudança que as empresas vêm sofrendo hoje em dia, pode-se destacar os custos crescentes da proteção ambiental, análises minuciosas por instituições financeiras e investidores, a regulamentação de meio único para múltiplos meios e que buscam abordagens preventivas ao invés daquelas focadas no final dos processos, de comando e controle para incentivos de mercado, percepção da globalidade do meio ambiente e exigência pelo desenvolvimento sustentável.

  

As auditorias e análises críticas ambientais não oferecem evidência suficientes para garantir que a empresa está seguindo as determinações legais e sua própria política. Assim, O sistema de gestão ambiental deve interagir com outros sistemas de gestão da empresa. Tal norma se aplica a qualquer tipo de empresa.

 

O foco da ISO 14001 é a proteção ao meio ambiente e a prevenção da poluição, equilibrada com as necessidades humanas atuais. Estabelece a criação, manutenção e melhoria do sistema de gestão ambiental, verificando se a empresa está de acordo com sua própria política ambiental e outras determinações legais, permitindo que a empresa demonstre isso para a sociedade e que a empresa possa solicitar uma certificação do sistema de gestão ambiental por um organismo certificador externo.

  

Os benefícios e resultados da ISO 14000 vêm na forma de certificados de gestão ambiental da série ISO 14000 que atestam a responsabilidade ambiental no desenvolvimento das atividades de uma dada organização. O tempo para obtenção da certificação varia naturalmente com a dimensão da empresa, a sua complexidade e os recursos afetados. Pode-se esperar uma variação de seis a vinte e quatro meses.

  

Para implantar e manter o sistema de gestão ambiental a empresa deve seguir o sistema PDCA (sigla em inglês para Planejar, Fazer, Checar e Agir). Deve-se estabelecer, implementar e manter uma política ambiental, com documentos para comprovar o processo. O controle operacional é o requisito obrigatório, mas coisas como educação dos envolvidos no processo, auditoria interna e monitoramento e medição são desejáveis. Para a obtenção e manutenção do certificado ISO 14000, a organização tem de ser submetida a auditorias periódicas, realizadas por uma empresa certificadora, credenciada e reconhecida pelos organismos nacionais e internacionais.

  

Auditorias existem para verificar o cumprimento de requisitos como a observância da legislação ambiental, o diagnóstico atualizado dos aspectos e impactos ambientais de cada atividade, procedimentos padrões e planos de ação para eliminar ou diminuir os impactos ambientais e se o pessoal está devidamente treinado e qualificado.

 

Apenas um número pequeno de empresas busca a sustentabilidade e as melhorias conseguidas são pequenas diante da demanda crescente por produtos e serviços, originadas do desenvolvimento econômico. De acordo com o relatório Planeta Vivo, desenvolvido pela WWF em 2002, a humanidade consome por volta de 20% mais recursos naturais do que o planeta é capaz de repor sozinha.

Uma resposta to “ISO 14001”

  1. Janilton Says:

    Excelente

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: